Companhia Arte em Espetáculos

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

DEPOIMENTO SOBRE A TARDE DE AUTÓGRAFOS DO LIVRO CERIMÔNIA DO CHÁ, REALIZADA EM 30/11/2013.





A tarde do dia 30 de novembro de 2013, no Salão Nobre do ICCT – Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhadores, foi o momento da concretização e  realização de um sonho. Esse sonho começou muito antes de eu pensar em escrever o livro Cerimônia do Chá.
Um dia, minha amiga Dilma, revelou-me um pouco da história de seu sogro, confessando que tinha o sonho de que fosse transformada em livro, só que não tinha a mínima idéia de como fazê-lo.
Aquela incrível história de vida me tocou. Fiquei imaginando a forma como deveria escrevê-la. Fui buscar informações sobre a cultura japonesa e eis que me deparei com a Cerimônia do Chá e seu delicado e harmonioso ritual e encontrei então a ponte filosófica que precisava.
O livro não é uma biografia, mas é inspirado em fatos reais. Eu utilizei essa prática tradicional japonesa como pano de fundo para contar a história incrível de um japonês que veio adolescente para o Barasil. Aqui, ele viveu momentos marcantes e deixou um belo legado. Espero ter feito juz a tão lindo exemplo de vida e a confiança que Dilma Jôas Kanai depositou em mim, aceitando minha liberdade criativa de escritora. Ao mesmo tempo sinto uma imensa alegria e muita gratidão por ter tido a oportunidade de ajudá-la a realizar seu sonho, que também acabou sendo meu e está concretizado com a publicação do livro Cerimônia do Chá, o qual é dedicado especialmente à ela.
É longa a trajetória entre escrever e editar um livro. Mas ele foi  abençoado por pessoas muito especiais, como José Luiz Pires, que me presenteou com um emocionante Prefácio; pela Rachel dos Santos Dias, que escreveu um Posfácio muito tocante. A capa do livro é fruto do quadro especialmente pintado por minha irmã Rosilene Montero Cúrcio, o qual me foi ofertado. O capista é meu marido José Roberto, que sendo meu maior incentivador elaborou-a com todo carinho. A todos, minha sincera gratidão.
Agradeço ao ICCT, na figura do presidente, meu querido pai, Vicente de Paulo Montero, por abrir as portas da Instituição, disponibilizando suas dependências para a realização do evento. Eu me senti em casa para receber poetas, personalidades importantes da sociedade campineira, amigos e  familiares.  
Neste ano o Instituto está completando 80 anos e atualmente atende 80 deficientes visuais, que no local aprendem o braille, locomoção, informática, teatro, artesanato, Kung Fú. Meus parabéns ao ICCT e votos de que o presidente e diretoria sigam em frente realizando a verdadeira filantropia.
Para abrilhantar a iluminada tarde, recebi o respeitado e internacional tenor Kodo Tanaka, grande divulgador de Carlos Gomes no Japão e a cantora e rofessora Emiko Banno, ambos da Abal, Associação Brasileira Carlos Gomes de Artistas Líricos. A presença deles foi uma honra e um grande presente. Emiko Banno interpretou canções típicas japonesas e distribuiu cópias da letra da música Sakura, para que todos cantassem junto com ela. Além disso, teve a gentileza de levar dois banners pintados por ela, com meu nome e do livro escritos em japonês e  fixou-os na parede. Kodo Tanaka cantou trechos de ópera, canções japonesas e encerrou cantando Quem Sabe, de Carlos Gomes. Eles foram acompanhados pela Srª Tanaka, que inaugurou o piano, doado ao ICCT recentemente.
Foi um emocionante momento que jamais esquecerei e guardarei para sempre em meu coração.
Após a apresentação musical tive a alegria de autografar o livro Cerimônia do Chá, que teve vendas esgotadas e ainda outros livros de minha autoria “Ema”, cuja renda foi doada ao ICCT  e “Estão Voltando as Flores”.
As pessoas aderiram ao meu  slogam:
“Neste Natal seja diferente, dê um livro de presente”.
 
Durante a realização do evento, na antesala do Salão Nobre, foi exibido um vídeo sobre a cerimônia do chá, com algumas demonstrações do ritual feitas no Japão, com edição de Rodrigo Montero Cappi, meu filho, que me brindou com esse carinho, ajudando a compor o ambiente. Obrigada, querido.

No evento, estiveram presentes várias personalidades, tais como:
Tadeu Jorge; Reitor da Unicamp
Norma Torres; Presidente do Instituto Braille
Elisabeth Cavedini; Presidente da Ong Hospitalhaços
José Luiz Pires; Diretor da Casa do Poeta de Campinas, da Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro e Diretor do ICCT
Eunice Rodrigues de Pontes; poetisa e Diretora da Casa do Poeta de Campinas
Teresa Azevedo; escritora, poetisa, acadêmica da ANLPPB "Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro
Tércio Sthal; poeta
Cida Kokayashi; Diretora do Clube Nipo Brasileiro de Campinas
Vicente de Paulo Montero, Presidente do ICCT
Paulo da Silva, Diretor do ICCT
 
“O sucesso nunca se obtém sózinho, vem acompanhado de afinidades que se formaram pelo caminho. Por isso, agradeço a Deus pelas bençãos e a todos pelo carinho.”   
 
Rosana Montero Cappi


Salão Nobre do ICCT
 
 

Eu e Dilma Jôas Kanai ( 30/11/2013)

2 comentários:

Rosilene disse...

Parabéns, querida irmã!
Realmente foi um sucesso o lançamento do seu livro " Cerimônia do Chá ".
Muitas afinidades, um ambiente delicioso.
Se tudo saiu maravilhoso, é porque você merece.
Um super beijo!
Tua irmã, que te ama!
Rosilene

Ateliê Andrea Costa disse...

Rosana, você é muito esforçada!