Companhia Arte em Espetáculos

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Camélia ( trova)

Camélia, tão linda flor
    que hoje para mim sorriu
      mostrando a vermelha cor
     do tenro botão que abriu"

Rosana Montero Cappi
foto da primeira flor do ano do meu pé de Camélias vermelhas




segunda-feira, 12 de junho de 2017

12 de Junho - Dia dos Namorados


                                 

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Projeto Ondulações - Casa de Repouso Firenze 24/05/2017

Apresentações: 
Vicente Montero: Músicas Brasileiras e italianas 
Dalva Saúdo: Contação de História
Rosana Montero Cappi: Canção Coração de Gratidão
Teresa Azevedo: Poema


Projeto Ondulações de Teresa Azevedo, 
pelo Portal do Poeta Brasileiro




















Manifesto Poético por Um País de Respeito






quarta-feira, 26 de abril de 2017

O Perfume da Rosa


O Perfume da Rosa

Em memória do querido amigo Pinduka
Julio Cesar Perrotta de Andrade ( 04/11/1951 – 14/09/2015)

Aonde vai o rapaz
Com uma rosa na mão
E amor no coração?
Ande vai o rapaz
Com uma rosa na mão
Cantarolando uma canção?
Vai caminhando alegre e feliz
E uma flor por dia entregando 
E a namorada encantando.  
Vai sonhando acordado
O rapaz apaixonado
Ao ofertar um botão de flor
Ao seu grande amor.
Tão depressa o tempo passou
A juventude  e  a vida do rapaz levou
Agora é sua amada
Quem lhe entrega flores
Em sua última morada.
Na lembrança amorosa
Permanece o perfume da rosa.

Rosana Montero Cappi 


                           Pinduka e Lenira 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vida: União dos Opostos


Na união dos contrários há o equilíbrio
O objetivo do espermatozoide
O motivo da liberação do óvulo
De fazer a junção de masculino e feminino
Negativo e positivo, yin e yang
Atingindo a perfeição
Gerando nova vida
Que é concluída com 
“O sopro do criador
Numa atitude repleta de amor”
Como disse Gonzaguinha
Na letra daquela linda canção
Num samba de exaltação 
A vida é a essência do espírito de Deus em nós
Os antagônicos realizando
A busca da plenitude
Então rimos ou choramos 
Amamos ou odiamos
Acariciamos ou repudiamos
Vivemos em Paz ou guerreamos
Alegria e tristeza inevitáveis
Companheiras inseparáveis
Assim, da vida à morte se vai num segundo
Simples e difícil sistema deste mundo
De corações instáveis
Duros e amáveis
E esquecida na euforia
Ficou a sabedoria
Pela mágoa e ressentimento
Que envenenam a alma
Poluem a essência, causam sofrimento
Mas para tudo tem solução
Na atração entre os opostos há união 
A volta ao vazio, a não ação, 
Ao estado puro de criança
Pelo coração de agradecimento 
De renovada esperança
Com suprema sinceridade
Verdadeiro arrependimento
Alcança-se a real felicidade
Com Fé, amor, perdão, justiça, 
Misericórdia, humildade.
Por tudo isso ou apenas isso tudo
Se ora é alegre ou sofrida
Como bonita é a Vida!

Rosana Montero Cappi
14/04/2017


                                                         Rosana Montero Cappi 


Poema para Rafaela, Minha Sobrinha Neta

Rafaela com a mamãe Daniele e o papai Luis Gustavo 27/03/2017 

És bem vinda Rafaela
com todo amor e carinho
que sua vida seja bela
e com Luz em seu caminho.

Um anjinho que chegou
trazendo pura energia
a todos já encantou 
irradiando alegria.

Com amor da tia avó Rosana